NOVO

31-08-2011 20:55
Bem-vindo

 

cidade  de Leopoldina 

 

 

 

Circuito Turístico Serras e Cachoeiras 

 

hspace=0 HISTÓRIA DA CIDADE

Pouso de tropeiros em suas andanças a levar e trazer mercadorias pelos sertões dos rios Pomba, Novo, Pirapetinga e Pardo, foi aos poucos se transformando em povoado, ainda no ínicio do século XIX. Segundo monografia da Prefeitura Municipal, o povoado ficou conhecido como Feijão Cru, porque um feijão que os tropeiros haviam posto a cozinhar ficou duro como se estivesse cru. Isto serviu de referência para eles, que designavam o lugar como aquele pouco do feijão cru. Crescendo o povoado, foi erguida uma capela dedicada a São Sebastião, passando o povoado a ser denominado São Sebastião do Feijão Cru, no município de Barbacena e, depois, no Mar de Espanha. Já em 1837, ganha categoria de distrito no município de São Manoel do Pomba, o Rio Pomba de hoje. A 27 de Abril de 1854, a lei nº 666 cria o município e dá à sede categoria de vila, com o nome de Vila Leopoldina. Desenvolvendo-se rapidamente, a 16 de Outubro de 1861, pela lei nº 1116, a vila é elevada a cidade
Com a inauguração da estação ferroviária em 1886, da Leopoldina Railway, a cidade desenvolveu-se mais rapidamente ainda, tornando-se hoje uma das mais importantes da Zona da Mata.
Leopoldina vem desenvolvendo o turismo, destacando-se o turismo rural e o ecoturismo. Os distritos de Abaíba e Providência fazem parte da cidade de ruas estreitas, localizada numa região de colinas e morros que apresentam encostas com declive bastante acentuado.
Entre os atrativos, destaca-se a Usina Maurício que proporciona passeios de lancha e de jet ski, no distrito Providência. Em Abaíba, as festas são uma das atrações, destacando-se a Exposição Nacional de Linhagem Abaíba. Os concursos leiteiros animam as vilas e distritos de Leopoldina.
Quem vai a Leopoldina também não pode deixar de experimentar os doces, que são servidos e vendidos em pedaços ou compotas.

Significado do Nome

 

Homenagem à filha do Imperador Pedro II, princesa Leopoldina.

Aniversário da Cidade

27 de Abril

 

 
Portico de Leopoldina, Por Edercio Jose de Aguiar
Portico de Leopoldina, Por Edercio Jose de Aguiar

E.E.Prof Botelhos Reis, Por Edercio Jose de Aguiar
E.E.Prof Botelhos Reis, Por Edercio Jose de Aguiar

Catedral de São  Sebastião, Por Edercio Jose de Aguiar
Catedral de São Sebastião, Por Edercio Jose de Aguiar

Leopoldina
Leopoldina
















Mapa
Mapa

 

 

hspace=0 CARACTERÍSTICAS

 

Clima

Tropical

 

Temperatura Média

22,3º C

 

hspace=0 COMO CHEGAR

Localização

Reservas da Natureza

Limites

Cataguases, Itamarati de Minas, Descoberto, São João Nepomuceno, Argirita, Santo Antônio do Aventureiro, Além Paraíba, Volta Grande, Estrela Dalva, Pirapetinga, Recreio e Laranjal.

Acesso Rodoviário

BR-262

Distâncias

322 km da Capital

hspace=0 TURISMO

Principais Pontos Turísticos

Abaíba 

Em 21 de Novembro de 1889 foi criado, através de decreto, o Distrito de Santa Izabel, que em 31 de Dezembro de 1943, teve sua denominação mudada para Abaíba. A região foi o berço do Cavalo Mangalarga Marchador linhagem Abaíba. 
O distrito possui padaria, açougue, duas cooperativas de leite, farmácia, teatro, cadeia, delegado e exporta suco de laranja.

Asilo Santo Antônio 

O terreno foi doado por Dona Joaquina Solero. A construção teve início em 19/03/1945. Entidade filantrópica, conta com 70 asilados e uma equipe muiti-disciplinar. passou por intensas reformas em 2000. Seu primeiro presidente foi Dr. Oswaldo Cristovam Vieira e o atual Dr. Guilherme Junqueira Reis.

Cachoeira da Copasa 

Com a construção da barragem do Rio Pirapetinga em 1975, o local foi muito visitado. Uma das quedas dágua nas pedras foi batizada como Cachoeira da Copasa. Local aprazível por sua beleza ímpar.
 
Cachoeira da Glorinha 

A cachoeira conhecida como Cachoeira da Glorinha é um dos locais mais bonitos de Tebas. Com uma água limpa, três quedas e ladeada por uma vegeteção bela, o local parece uma pintura a óleo.
 
Cachoeira Poeira DÁgua 

Uma das mais belas belas cachoeiras da nossa região. Em local de fácil acesso, a presença de visitantes é uma constante. A travessia rústica sobre um córrego, e a trilha de acesso à cachoeira são partes de uma paisagem ímpar.

Cachoeira Véu de Noiva 

Preservada da ação de turistas inconscientes, a Véu de Noiva é uma das mais belas cachoeiras do local. Ao redor de sua queda, a vegetação é rica com belas bromélias.

Capela da Maria Preta 

Diz a história que no século passado, em Tebas, uma escrava grávida, portadora da varíola, foi abandonada, por seu senhor, nos arredores da vila. Alguns que passavam na estrada, apiedados por seus gemidos, davam-lhe água e comida. Maria Preta, como era chamada, deu luz a gêmeos que nasceram sem vida. Maria Preta faleceu. Há quem diga que seu corpo foi encontrado intacto, outros, que parte dele foi devorado por urubus. Ali mesmo foi enterrada e colocada uma cruz. O local passou a ser  frequentado por pessoas de fé. Promessas foram feitas e graças alcançadas. Por volta de 1958 uma Capela foi construída no local, denominada São Benedito.
 
Casa de Caridade Leopoldinense (Hospital) 

A fundação da Casa de Caridade Leopoldinense data de 03/08/1896, em um prédio, originariamente residencial, à rua Manoel lobato. Ali funcionou por 6 anos, até em 20/07/1902 fora lançada a pedra fundamental, no local onde até os dias atuais está edificada. Sabe-se atualmente, que a CCL, foi a sucessora da Sociedade Portuguesa Beneficiência - SPB, cuja pedra fundamental foi lançada em 01/12/1889. Durante 28 anos, as duas instituições - CCL e SPB, funcionaram simultaneamente. No dia 25/03/1917, a SPB em assembléia, deliberou a liquidação da instituição, que em ofício propunha a fusão das duas instituições mediante algumas cláusulas, que imediatamente foram aceitas.

Catedral de São Sebastião 

A catedral é o  principal Templo da Diocese de Leopoldina. Projetada pelo engenheiro Dr. Ormeo Junqueira Botelho, o início da sua construção data de 1927, sendo concluída em 1965. Os belíssimos vitrais que compõe a obra foram doados por várias famílias da cidade. São 65 painéis constituídos de 482 peças com diversas dimensões e em diversos locais. Cada vitral tem um significado religioso, e foram restaurados recentemente.

Cedel 

O prédio foi construído para abrigar em 1926 a Companhia Fiação e Tecidos Leopoldinense, o que deu origem ao bairro Fábrica e Fátima. A Fábrica foi o maior pólo de emprego na época, atualmente abriga várias micro e pequenas empresas. O CEDEL foi inaugurado em 27 de Abril de 1998.

hspace=0 EVENTOS

- Exposição Agropecuária e Industrial   

- Exposição de Gado

- Aniversário da cidade, com desfiles, queima de fogos, atos cívicos, corridas rústicas, espetáculos e bailes.

- Feira Regional de Artesanato e Feira da Paz - FERARP - Feira geral de âmbito regional, com cerca de 150 expositores para divulgação de produtos e/ou serviços do tipo artesanato e comidas típicas. Aberto ao público, das 18h às 24h, Sexta-feira, Sábado e Domingo.

- Exposição Agropecuária  XVII Exposição     Especializada da Linhagem Abaíba - Exposição setorial de âmbito nacional, com cerca de 130 expositores, para promover o desenvolvimento da raça Mangalarga Marchador. Aberto ao público, das 7h às 24h. 

 

 

 

hspace=0 Informações Úteis

Prefeitura Municipal de Leopoldina.

(32)3694-4200

http://www.leopoldina.mg.gov.br/ 

hspace=0 contato@camaradeleopoldina.mg.gov.br

hspace=0 Fone: (32) 3441-4166 - Fax: (32) 3441-4691 

hspace=0

hspace=0 Banco do Brasil
End: Praça General Osório, 133  
Fone: (32) 3441-4699  


kapetinhas.webnode.com.br, sotemosaki.blogspot.com, kapetinhascoisasdooutromundo.blogspot.com, www.youtube.com/kabulosostube